Buscar
  • Oerton Fernandes∴ | DPO

Tokenização - O que é, como funciona e quais os benefícios

Atualizado: 2 de Jun de 2020



Com o advento da pandemia de COVID-19, companhias de vários setores precisaram colocar seus colaboradores em home office, com isso, a utilização de recursos digitais em cadastros, transações comerciais, disponibilização de informações para a realização dos trabalhos destes colaboradores, tem se tornado cada vez maior e mais comum.


O resultado foi a entrega rápida de equipamentos aos colaboradores, ou então, a liberação de redes internas para acesso remoto, com o uso das próprias máquinas para o expediente, ficando esses dispositivos fora do controle dos departamentos de TI e segurança da informação, sendo vetores para ataques.


De acordo com estudos e pesquisas realizados por empresas como o Google, durante um período de 15 dias de monitoramento, mais de 18 milhões de e-mails por dia foram detectados com algum tipo de malwares ou phishing, que é uma ação que direciona a pessoa para um ambiente falso. É um número muito expressivo para que as pessoas ao entrarem nesses sites, por exemplo, forneçam informações pessoais ou baixem um aplicativo que esteja comprometido.


Segundo a Mastercard e o Gartner, a ainda as tentativas de golpes de ransomware, com o sequestro de dados do computador e promessa de liberação apenas com o pagamento de um resgate, que no Brasil cresceu mais de 350% apenas nos dois primeiros meses de pandemia e estão ligados diretamente à adoção do home office como medida para garantir o funcionamento das empresas durante o período de isolamento social no combate ao novo coronavírus.


Somente no inicio deste ano, cerca de 62 milhões de brasileiros foram vítimas de cibercrimes, dado que totaliza um prejuízo em torno de US$ 22 bilhões (Norton Cyber Security Insights Report), dados que por si só são alarmantes.


Com tudo isso, recursos de tokenização tem se tornado praticamente obrigatório nos procedimentos de segurança, principalmente, mas não exclusivamente, em bancos e outras instituições financeiras.


O que é tokenização?


A tokenização é o nome dado à ferramenta digital de segurança que gera um código verificador exclusivo para a validação e autenticação de um usuário que tenta realizar algum tipo de transação. Por ser um código aleatório e temporário – tem validade de poucos segundos – representa uma camada forte de segurança e, por excluir a necessidade de uso de força humana de trabalho, é sinônimo de economia no processo.


Por ser rápida, a tokenização é muito utilizada para autenticar transações financeiras realizadas em ambientes digitais, principalmente por bancos e fintechs, mas seu uso é muito eficaz em outros segmentos, como o de empresas especialistas em soluções antifraude, callcenter, indústrias entre outras.


Uma aplicabilidade da tokenização são de operações que necessitam de pagamentos recorrentes, onde o não uso da tecnologia fatalmente gerará algum tipo de fricção na experiência do cliente em algum momento, o que pode se transformar em prejuízos ao negócio.


Outra aplicação da tokenização que tem se tornado comum é em ativos vendidos e comprados em ambientes digitais. A tokenização atua como uma espécie de cofre virtual que guarda informações de maneira segura e blindada contra ataques.


Além de proteger dados de clientes e otimizar processos, a segurança fornecida pela tokenização faz com que organizações fiquem em total acordo a normas regulamentadoras e leis que têm como objetivo a proteção de dados sensíveis das pessoas, evitando assim multas e processos judiciais decorrentes da falta de cuidado com informações de clientes.


E qual a diferença de tokenização e criptografia?


A tokenização impede que sistemas externos tenham acesso aos dados reais, pois não está matematicamente relacionada ao dado original que ela substitui.


Já a criptografia, usa algoritmos que embaralham dados para gerar uma espécie de maquiagem, de forma simples, criptografia é a aplicação de técnicas que mudam o formato de uma informação, fazendo com que ela não seja compreendida por quem a acessa sem autorização.


Quais o benefícios do uso?


O uso da tokenização traz muitos benefícios do ponto de vista de segurança e privacidade no que diz respeito aos dados de consumidores, além de garantir conformidade com normas de regulamentação previstas em lei.


A tokenização faz com que circulem na nuvem os dados alfanuméricos gerados pela ferramenta, o que significa proteção aos dados que o token representa. Em palavras mais simples, pode-se dizer que, se a segurança falhar, o que ficará exposto é um código, e não as informações que eles protegem.


Conheça mais sobre o assunto e como esta e outras tecnologias vem atuando pelo link https://lnkd.in/eeQzzap.

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo